07/10/2017

"Feliz desaniversário" por André Kummer


Hoje é meu aniversário! Leia o texto que você vai entender que não sou só um narcisista que precisa anunciar o aniversário...

Como disse, é meu aniversário, e em ato deliberativo ficou decidido aqui em casa que é também a data de aniversário do meu gato Brulee e minha cachorra Prema. Eu não sabia quando eles nasceram então foi mais simples assim e porque eu gosto de datas comemorativas.

Por que comemorar? Simples também...

O gato foi jogado sobre o muro ainda filhote, pulguento e verminótico. Hoje está deitado em almofadas gordo e cheio de mimos.

A cachorra ficou por meses dormindo na rua, comendo lixo e escorraçada onde fosse. Hoje está aqui com um olhar feliz e cheia de ração.

Eu... Bem, estou fazendo 48 anos. Se tivesse nascido negro em uma favela poderia ter morrido antes dos 18 anos. Se fosse um travesti ou um transexual teria morrido aos 35. 

Se tivesse nascido gay em um País muçulmano já teriam me atirado do alto de um prédio.Se tivesse nascido mulher poderia ter sido uma das quatro mulheres que morrem por dia vítimas de abortos clandestinos.

De todos os lados que olho só há motivos para comemorar. 

Eu nasci branco, de olhos verdes, em uma familia de classe média, fiz faculdade, tenho pais vivos e que continuam casados e isso me coloca em uma posição que apenas 2% da população do planeta possuem.

Eu ouvi uma piada esses dias sobre os filhos da Ivete Sangalo, de que haveria uma fila de almas, dentro de uma visão espírita, esperando para reencarnar naquela situação.Eu não creio nisso.

Acredito que uma alma evoluida, se é que a coisa funciona mesmo nesse sistema reencarnacionista, escolhe nascer mulher, negra, pobre e lésbica. E falo isso porque li a Bíblia tres vezes e também toda obra de Kardec, não apenas o evangelho.

Almas evoluidas nascem como a professora Heley Abreu que na  tragédia em Minas Gerais faleceu essa semana após ter 90% do corpo queimado enquanto tentava evitar que o segurança Damião Santos ateasse fogo nas crianças da creche onde ela trabalhava. Prova de amor maior não há que doar a vida pelo irmão. 

Então eu comemoro. 48 anos? Nossa, eu cheguei até aqui? Que se dane as rugas e os cabelos brancos... Eu tenho tantos privilégios que preciso agradecer por isso!!

E se você está lendo isso também tem muitos privilégios! Você sabe ler! Você tem olhos! Você tem internet! Tem um computador ou celular!!

E se temos muitos privilégios também temos muitas responsablilidades. Talvez a maior delas seja construir um mundo com menos discursos de ódio e mais carinho pelas minorias. Por que de qualquer forma somos todos minorias. 

O mundo é essa loucura maravilhoso que só mesmo o Chapeleiro de Alice in Wonderland poderia entender.

E se você está lendo isso, e leu até o fim, hoje também é seu dia. É seu desaniversário. Parabéns.


Com amor,
Atendimento Online para todo Brasil
contato@andrekummer.com.br - 54 99615 8721
www.andrekummer.com.br

4 comentários:

Leopoldo Ricardo Malta disse...

Parabéns, André. Texto incrível. Foram muitas as reflexões após a leitura. Gratidão.

André Kummer disse...

A intenção é essa Leo: refletir.

Fabio Caetano disse...

Parabéns André, pelo texto e por mais uma volta elíptica completa em torno da estrela-anã como passageiro deste planeta azul.

André Kummer disse...

Obrigado Fabio!

Marcador Em Destaques