10/10/2017

“Um lugar verdadeiro, amoroso e estável” por André Kummer


Toda prática tem certos requisitos gerais, inteiramente independentes de lidarmos com a carpintaria, a medicina ou o amor. A prática exige disciplina. 

Nunca se é bom em coisa alguma, se não a fizer de modo disciplinado. 

Tudo que só se puder fazer quando “estiver disposto” pode ser uma diversão bonita ou prazerosa, mas nunca se torna uma habilidade.

 O problema, porém, não é só o da disciplina para praticar algo um certo número de horas todos os dias, mas é o da disciplina na vida inteira da pessoa. 

Pode-se pensar que nada é mais fácil do que aprender disciplina, afinal não passamos oito horas por dia, da maneira disciplinada, no trabalho?

O fato é que nós temos pouca autodisciplina fora do trabalho. Quando não estamos trabalhando, queremos ficar de boa, não fazendo nada,  ou para usar uma palavra mais bonita, “repousando”.

Este desejo de ociosidade é, em grande parte, uma reação contra a rotina da vida, e nada tem a ver com o ócio criativo de Domenico De Masi. Precisamente por sermos forçados, durante horas todo o dia, a gastar energia para fins que não são os nossos, de maneiras que não são as nossas, mas que são prescritas pelo chefe ou pelo cliente, nos rebelamos.

Na batalha contra o autoritarismo, nos tornamos desconfiados de qualquer disciplina, seja ela  imposta pela autoridade irracional (o chefe ou cliente idiota) assim como da disciplina racional imposta a nós mesmos.

Sem disciplina nunca conseguimos começar a dieta, ou ela acaba na segunda à noite, e também nunca conseguimos parar de repetir comportamentos padrões. 

Caímos na auto-complacência infantil quando dizemos que somos assim mesmo, que tudo é uma batalha, que na verdade não queremos aquilo e que os outros que nos aceitem assim...

Perdemos o autodomínio e criamos ilusões de que tudo é culpa de algo ou alguém que não seja o nosso Eu. Hoje chamamos isso de perder o foco.

Qualquer um que não tenha comprado um diploma sabe que a concentração (ou foco) é uma condição para o domínio de qualquer atividade. 

No entanto a concentração é rara em nossa cultura. Somos levados a um modo de vida desconcentrado e difuso, onde fazemos muitas coisas ao mesmo tempo: ouvir música, falar ao celular-se, beber, comer. Somos o consumidor de boca aberta, ávido, pronto a tragar tudo: filmes, bebidas, conhecimentos. 

Esta falta de concentração facilmente se mostra em nossa dificuldade de ficar sós conosco mesmos. Sentar-se quieto, sem falar, sem teclar, sem comer ou beber… Isso é impossível para a maioria das pessoas, que dizem ficar nervosas e inquietas.

Não temos paciência... Não temos paciência nem conosco, então como vamos ter com o outro? Não temos paciência para nos concentrar em algo ou alguém que não seja nossas inquietudes.

A paciência é uma prática tão difícil quanto a disciplina e a concentração. Todo o nosso sistema incentiva exatamente o oposto: a rapidez. 

Todas as nossas máquinas são planejadas para rapidez: o automóvel e o avião, o microondas e o celular. Quanto mais depressa, melhor. Sem dúvida, há para isso importantes razões econômicas.  Mas, como em muitos outros aspectos, os valores humanos tornaram-se determinados por valores econômicos. 

Pensamos que perdemos alguma coisa — o tempo — quando não fazemos as coisas rapidamente. Mas não sabemos o que fazer com o tempo que ganhamos — a não ser matá-lo.

Você consegue entender porque o amor exige concentração, paciência e disciplina?

Você já deve ter aprendido a necessidade diária de escovar os dentes, de protetor solar na praia, de hidratante regularmente, do uso do whey protein no pós treino e da chuca.

Então porque você pensa que o relacionamento perfeito e a pessoa certa vão cair na sua cabeça em algum momento que nunca chega e continua sentindo falta de algo verdadeiro, amoroso e estável.

Talvez porque nem você consiga ficar sozinho consigo mesmo por muito tempo.

Com amor,


Atendimento Online para todo Brasil
contato@andrekummer.com.br - 54 99615 8721

www.andrekummer.com.br

Nenhum comentário:

Marcador Em Destaques