"Judith Butler e a Curadora de Gays" por André Kummer

A esquerda, não por acaso, Marisa Lobo, a psicologa da Cura Gay, e a direita alguns livros de Judith Butler que já li. Quem está na contramão dahistória.
Eu me esforço para acordar feliz. Durmo com celular desligado, acordo cedo, faço yoga e medito, então tomo café e depois ligo o celular e abro os jornais. Então começam os sustos...

Hoje cedo recebi um vídeo dessa mulher inominável incitando as pessoas contra a confererência (pessoas com doutorado dão conferências não palestras) de Judith Butler hoje na Unifesp, de São Paulo, e amanhã no Sesc Pompéia, dentro da programação nomeada "Os fins da democracia". 

Judith vai falar sobre o conflito Israel e Palestina. Não vai falar sobre Ideologia de Gênero. Mas se falar quero ouvir. O difícil é explicar isso para a psicologa da cura gay, o ator porno Alexandre Frota, a turma do MBL e os milhares de descerebrados que os seguem.

Se você não leu nada de Judith Butler então leia, porque do jeito que a coisa anda a burrice pode se tornar contagiosa e é preciso estar imunizado. Contra burrice a melhor vacina são livros. Não é a toa que eles foram queimados na Inquisição e depois pelos nazistas.

Judith é uma leitura complexa, então eu recomendo para inciar o livro de Sarah Salih JUDITH BUTLER E A TEORIA QUEER, da editora Autêntica. É o ponto de partida para a leitura de Butler.

Vamos ver o que vai dar tudo isso. E que Deus abençoe a América!


        

Comentários

  1. Que Deus nos abençoe a todos. Tenhamos a fortaleza moral que o momento nos pede. Artigo propício ao tempo em que vivemos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Respeitamos opiniões contrárias às postagens contidas nesse site, mas solicitamos que evitem utilizar esse espaço para fazer propagandas, incluir conteúdos que não tenham vínculo com as postagens ou que visem agredir quem quer que seja. Obrigado!