"Site evangélico manipula notícias e cria factoides sobre o deputado Jean Wyllys!!!" Por Homorrealidade


Por Homorrealidade

O site "O FUXICO GOSPEL" ultrapassa todos os limites éticos possíveis quando manipula notícias e distorce fatos criando factoides que atendam aos seus interesses religiosos nefastos. 

Liberdade de credo religioso é um direito constitucional de todos os brasileiros. O deputado Jean Wyllys nunca escondeu sua fé nas religiões de origem africana e faz isso com respeito e dignidade. 

É revoltante que a manchete transforme a fé de um homem numa contraposição, num desafio idiota, atacando a fé de outras pessoas. Fé alguma existe em oposição ao outro. A jornalista destila desconhecimento e ódio em suas palavras. 

A autora do texto, Thalita Guedes Fontes, é profissional na manipulação das informações e tenta construir uma rivalidade, uma dualidade, que só existe na cabeça doente de extremistas religiosos. Um texto desonesto e de uma pobreza moral digna dos piores momentos da história humana. 

A pseudo jornalista acusa o deputado federal Jean Willys por uma publicação feita nas redes sociais do próprio deputado. A ignorância/burrice/canalhice da jornalista é tanta que tenta distorcer e induzir uma leitura equivocada do texto original.

Jean Wyllys não alega nada, estúpida jornalista. Ele afirma que o ano de 2018 será regido por Exu, Xangô e Iansã. E tem todo o direito de afirmar algo defendido por sua crença, por sua fé. 

A pseudo jornalista afirma também que o deputado aproveitou o texto publicado para mandar uma indireta ao pastor Silas Malafaia, ao citar que este ano, a justiça chegará aos “vendilhões do templo” que usam a igreja para lavar dinheiro sujo. Ainda bem que alguém está clamando por justiça nesta republiqueta de bananas. Deveria agradecer por alguém zelar pela luta contra a corrupção. A cegueira proposital da jornalista é tanta que ela tenta defender o indefensável. 

É muita canalhice reunida num só artigo. Thalita Guedes Fontes deveria ter vergonha de usar seu ofício para a produção deste tipo de texto. 

Vá ler a constituição, senhora Thalita Guedes. Aprenderá que o deputado está exercendo o direito constitucional de livre credo. A senhora deveria repensar as análises que faz e lavar todo o ódio que escorre de seu coração.

Que Xangô guie seus passos, senhora jornalista, e faça de 2018 um ano sem mentiras e manipulações. Só a verdade libertará o país de tanta hipocrisia e falsidade. 




Comentários