Homossexualidade e Suicídio


Suicídio é um tema tão delicado que muitos preferem nem tocar no assunto. Mas quantas pessoas já pensaram nisso ou pensam constantemente? E quantas dessas pessoas o fazem por serem homossexuais? Quem poderia imaginar que, a cada dia, ainda temos cerca de três jovens gays cometendo suicídio só no Brasil? São mais de mil por ano. Onde estamos errando? Onde nasce esse impulso de autodestruição?
.



.


Homofobia. Esse sempre é o grande problema, curiosamente incitado por pessoas que se dizem movidas por Deus. Às vezes pensamos em desistir da vida porque não queremos ser homossexuais. Em outros casos, até queremos, mas não suportamos a discriminação que nos cerca. Diante desses e outros impasses, podemos criar uma bomba relógio dentro de nós, prestes a estourar. É como se um vazio existencial convivesse com uma mente lotada de pensamentos negativos herdados de uma sociedade antiquada e repressora. Mas o que fazer quando não suportamos mais a vida que levamos? O que fazer quando essa sensação de limite vem à tona?
.


.


Sem dúvida, morrer não é a melhor saída. É preciso verbalizar o que sentimos. Não vivemos mais numa sociedade tão repressora. Sempre existem pessoas que podem nos ajudar. Nós mesmos precisamos nos ajudar, evitando qualquer coisa que nos tire a consciência. É preciso ignorar a voz do impulso e encarar a verdade. Não importa o motivo que nos leve a pensar na morte, sempre existe outra saída. Sempre existem pessoas que gostam de nós e que podem nos acolher. É preciso parar, acalmar a mente e raciocinar: morrer por quê? por mim ou pelos outros? Será essa a melhor solução? Será que deixei de acreditar na vida? ou quero apenas causar remorso em alguém? Será que estou agindo conscientemente? Será que não estou sendo egoísta?
.


.


Ser gay, lésbica ou bissexual não é um problema em si, todos nós sabemos disso, mas também não é uma realidade tão fácil. Às vezes nem temos a menor identificação com os homossexuais que conhecemos. Mas alguma coisa me faz pensar que essa experiência tem um porquê positivo. Nada parece acontecer por acaso, não é mesmo? Talvez seja melhor considerarmos tudo um aprendizado e nos empenhar em cumprir bem essa prova. Se estamos vivos é por que ainda há tempo... É possível.

Existem muitas pessoas homossexuais que estão conseguindo viver suas vidas de maneira saudável, com histórias de sucesso e quebrando preconceitos. Essas boas referências podem ser raras, distantes ou quase ficcionais para a maioria de nós, mas elas existem. Provam que podemos conseguir também, pois muitos outros jovens, homens e mulheres homossexuais podem precisar da nossa ajuda. Está certo que somos bem diferentes uns dos outros, mas temos uma característica em comum e poderemos estender nossa mão. Uma sociedade preconceituosa não vai mudar sua cultura se não enxergar essa nova realidade. Façamos a nossa parte.

Cultivar o amor-próprio parece ser a melhor postura diante da vida, diante da homofobia e diante de qualquer pensamento autodestrutivo. Quem se ama não se boicota. E quem ainda não consegue se admirar precisa provocar uma revolução interna e tornar-se uma nova pessoa. Não é preciso morrer para isso. Basta encarar a vida e sua sexualidade com outros olhos... adotar um novo paradigma. É possível.

Ainda é preciso repetir. A homossexualidade em si não é mais considerada um problema há muito tempo. O que ainda perdura é o preconceito. Não nos deixemos guiar por ele. Não nos rebaixemos tanto. Se existe um impulso capaz de nos levar à morte, também existe um impulso capaz de transformar a nossa vida. Reconheça a sua força e viva!
.

.
Élio

Comentários

  1. Parabéns Elio,
    seu post está ótimo e como vc disse: a Homossexualidade não é mais um problema há algum tempo. O que temos que fazer agora é lutar pra acabar com o preconceito e a Homofobia. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. o brasil, querendo ou nao, ainda é um pais extremamente machista e patriarcal. e enquanto imperar a ideia de que pra ser homem nao se pode nem mesmo chorar, que dirá gostar de outro homem, muito jovens cometerao suicidio com medo de se expor, medo de sofrer, medo do prconceito!

    abraços
    voy

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Respeitamos opiniões contrárias às postagens contidas nesse site, mas solicitamos que evitem utilizar esse espaço para fazer propagandas, incluir conteúdos que não tenham vínculo com as postagens ou que visem agredir quem quer que seja. Obrigado!