Os presidenciáveis e a união civil homossexual

Sempre é bom saber o que os candidatos a presidente do País pensam sobre as questões homossexuais. Dependendo do tema, não é difícil perceber que alguns adaptam sua linguagem ou até mudam suas opiniões conforme o público para o qual se apresentam. Mesmo assim é possível identificar suas posições, considerando inclusive as contradições entre seus discursos.

Postamos abaixo trechos de entrevistas em que os candidatos (os três melhores colocados nas pesquisas de intenção de voto) falam sobre a união civil homossexual. Em geral, eles se colocam favoráveis à proposta, mas fazem questão de reafirmar que “união civil” é uma coisa e “casamento” é outra. O porquê da ênfase nessa distinção, nem precisamos dizer, não é!? Ou vale uma hóstia para quem acertar?

Dilma Rousseff




José Serra



Marina Silva

Comentários

  1. NÃO QUEREMOS SOMENTE DIREITOS CIVIS, QUEREMOS TER OS MESMOS DIREITOS DOS CASAIS HETEROSSEXUAIS, DE SER RECONHECIDO COMO FAMILIA PELO PODER PÚBLICO.

    ResponderExcluir
  2. Quem disse pra eles que casamento é uma questão de ordem religiosa? A partir do momento que a lei usa o termo "casamento", isso passa a não ter mais nada a ver com a religião de cada um! Tem a ver com a ordem jurídica do Estado!
    Ou seja, nenhum dos presidenciáveis está interessado em defender o casamento de maneira irrestrita como fez a Argentina!

    E pra terminar: Marina Silva, querida, VAI TOMAR NO **!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Respeitamos opiniões contrárias às postagens contidas nesse site, mas solicitamos que evitem utilizar esse espaço para fazer propagandas, incluir conteúdos que não tenham vínculo com as postagens ou que visem agredir quem quer que seja. Obrigado!