Preconceito contra homossexuais leva tio a agredir sobrinho na zona leste de São Paulo

Visto no R7 O auxiliar de enfermagem, de 22 anos, foi agredido depois de uma discussão com o tio. Segundo o rapaz, ele sofre ameaça da família há dois anos, já que os parentes não aceitam a opção sexual dele. O jovem mora com o companheiro em uma casa que pertence à mãe, mas o tio e a avó, que são vizinhos, querem a saída dele do bairro.




Nota: Podemos verificar mais uma vez a confusão entre "OPÇÃO" e "ORIENTAÇÃO". Vamos prestar mais atenção senhores jornalistas...

Comentários

Postar um comentário

Respeitamos opiniões contrárias às postagens contidas nesse site, mas solicitamos que evitem utilizar esse espaço para fazer propagandas, incluir conteúdos que não tenham vínculo com as postagens ou que visem agredir quem quer que seja. Obrigado!