13/12/15

Retrospectiva: eles vieram a público em 2015 dizer que são trans, lésbicas, gays ou bissexuais!


Por Homorrealidade

A maior ferramenta contra qualquer tipo de preconceito é a representação social. Sabemos que a homotransfobia sempre será forte enquanto a maioria dos LGBTs preferir ou tiver que continuar reprimindo ou escondendo esse aspecto de suas vidas. Por isso é tão importante quando uma pessoa pública, que também seja trans, lésbica, bi ou gay, decide afirmar isso socialmente. Ao contrário do que muitos pensam, essas pessoas não estão expondo sua intimidade (intimidade é outra coisa), elas estão apenas tratando um aspecto importante da vida de forma natural, sem nenhum tipo de vergonha. E contribuem, muito, para a compreensão de uma sociedade que sempre foi e sempre será diversa. Todos passam a ser a prova pública, o exemplo real (a representação) de que não existem apenas indivíduos heterossexuais ou cisgêneros. Juntos, mesmo sem querer, eles também provam que os LGBTs são muito diferentes uns dos outros. Por isso, quanto mais LGBTs assumidos, melhor. Assim serão menores as chances de rótulos ou generalizações. Também será menor o preconceito em médio ou longo prazo! Acreditamos que esse seja um bom caminho. 

Como já é uma tradição aqui no Homorrealidade, apresentamos nossa retrospectiva das pessoas que vieram a público afirmar que são lésbicas, trans, gays ou bissexuais em 2015, divulgados pela mídia de diversas partes do mundo. Aproveitamos para parabenizá-las pela coragem e pela contribuição em favor da verdade e contra o preconceito. 

Nosso MUITO OBRIGADO a: 


Tati Zaqui
Cantora brasileira (21 anos)




Foi durante entrevista para o G1, publicada no dia 08 de janeiro, que a MC Tati Zaqui, famosa pela música "Parara Tibum", afirmou sua bissexualidade. "Já fiquei com outras meninas e com meninos. Não tenho rótulo. Vivo do momento", disse a funkeira. Capa da Playboy de julho, ela falou um pouco mais sobre relacionamentos íntimos após a declaração. “Antes, quando eu olhava para uma menina, ela demorava para entender o que eu queria. Agora, as meninas já sabem que estou olhando por algum motivo [risos]”, disse. Natural de São Caetano, São Paulo, a cantora é mais do que uma defensora da causa LGBT. Ela tem relação com o mundo da música desde a infância, quando se via cantando em quermesses e anotando suas composições no caderno da escola.


Austin e Aaron Rhodes 
Atores, modelos e Youtubers americanos (20 anos)


Foi no dia 14 de janeiro que os gêmeos conhecidos pelo canal no YouTube The Rhodes Bros decidiram postar um vídeo revelando que ambos eram homossexuais. Com mais de 20 milhões de visualizações em todo o mundo, o vídeo registra a própria reação dos jovens ao ligarem para seu pai e contar, pela primeira vez, que são gays. O emocionante vídeo mostra o nervosismo dos dois, as lágrimas e a forma como um ajudou o outro nesse importante momento. O mais incrível, no entanto, foi a reação do pai: “as coisas são como são, temos que viver a vida. Eu amo vocês dois e nada vai mudar“, disse. 


Laís Souza
Ginasta brasileira (26 anos)


Lais Souza tem buscado se readaptar desde que sofreu um grave acidente de ski que a deixou tetraplégica em 2014. Em diversas entrevistas, falou sobre os desafios que está enfrentando para voltar a andar. Mas foi na edição de fevereiro da revista "TPM" que ela também abriu o jogo sobre sua vida pessoal. “Eu tenho uma namorada, sou gay há alguns anos. Já tive namorados, mas hoje estou gay”, disse a jovem. A vasta repercussão da notícia, porém, não a agradou. “Hoje estou solteira. Mas o sexo é normal: posso beijar, transar e amar da mesma forma. Acontece que esse assunto me chateia. Desde que sofri o acidente, ganhei muitos rótulos. Primeiro, era a atleta acidentada. Depois, a atleta paraplégica. Agora, sou a atleta gay. Eu sou só a Lais Souza! Por que minha orientação sexual tem que ser manchete?! Quebrei o pescoço, poxa! A gente precisa de manchetes pra isso, pra que cada vez existam mais pesquisas que me tirem da porcaria dessa cadeira!”, desabafou. 


Sandra de Sá 
Cantora brasileira (59 anos)


Foi numa entrevista para o "De Frente com Gabi", no dia 22 de fevereiro, que Sandra de Sá confirmou sua homossexualidade para Marília Gabriela no SBT. A cantora classificou a decisão como um alívio. "É tirar um peso", afirmou. Ela também reafirmou que ser gay não é escolha. “É uma descoberta, é você se perceber. A homossexualidade é como a inteligência ou qualquer outro dom. Você desenvolve (...) Se eu tenho essa percepção, por que não vivê-la? Assumir é tirar um peso de você que não existe”, afirmou. A cantora informou que se sentia feliz de um modo geral, apesar de não cuida muito de si própria e de sua voz, além não se ligar muito em dinheiro. "Sou um 5.9 da melhor qualidade, com tração nas quatro rodas", brincou.


Monique Evans
Apresentadora brasileira (59 anos)


Foi durante o carnaval que Monique Evans revelou sua bissexualidade ao confirmar seu affair com a DJ Cacá Werneck. Sites de celebridades publicaram fotos e declarações da apresentadora e da DJ, enfatizando que a proximidade delas chamava a atenção dos foliões. “As duas não se desgrudaram no camarote da [cervejaria] Devassa, na Sapucaí, e até trocaram beijos para os fotógrafos”, noticiou o portal iG. Evans disse que não estava namorando a DJ, mas que estavam apenas se curtindo: “Estou no meu melhor momento. Cacá me tirou da depressão”, resumiu. Com o passar do tempo, porém, deixou de proteger o relacionamento: “Muita gente está falando do namoro. Eu não ligo pra isso. A gente dá até selinho e já se chama de amor. Isso é felicidade. Felicidade faz isso com a gente”, concluiu.


Marco Delgado
Ator português (42 anos)


Em entrevista ao jornal ‘Sol’, em abril, Marco Delgado decidiu falar pela primeira vez sobre sua bissexualidade. O ator garantiu sentir-se confortável com as suas escolhas e admitiu não ter tabus em falar sobre o assunto. "A minha sexualidade, até muito tarde, foi uma coisa bastante aberta. Ainda o é hoje. Não tenho como certo que a minha relação de hoje será eterna. Não considero a homossexualidade uma opção, acho que nasce com as pessoas", revelou, recordando o que sentiu quando descobriu que não se sentia apenas atraído por mulheres. "Foi um bocadinho intimidatório. Ao mesmo tempo, achava graça. Marco também garantiu contar com o apoio dos amigos e da família em todas as suas escolhas.


Caitlyn Marie Jenner
Atriz, modelo e socialite (65 anos)



Ex-campeão olímpico e estrela do reality “Keeping Up with the Kardashians”, William Bruce Jenner confirmou, em abril, que era transexual e que estava em processo de transição de gênero. “Para todos os efeitos, eu sou uma mulher”, disse Jenner à jornalista Diane Sawyer, em entrevista. “As pessoas olham para mim de uma forma diferente. Elas me vêem como este macho, mas o meu coração e minha alma, esse lado feminino é parte de mim”, explicou. Jenner foi casado com a mãe de Kim e Kourtney Kardashian e virou reportagem de tablóides em janeiro, ao ser fotografado com cabelos longos, unhas pintadas e até seios. Ao relevar sua identidade de gênero, Jenner pediu para continuar sendo chamado no masculino até sua completa transição. Atualmente, já visualmente como uma mulher, adotou o nome de Caitlyn Marie Jenner. 


Cate Blanchett
Atriz australiana (45 anos)


Em maio, após questionada pela revista "Variety" se na vida real já se tinha relacionado com mulheres, Cate Blanchett admitiu: "Sim, muitas vezes". A pergunta foi motivada pelo filme “Carol”, em que a atriz dá vida a uma mulher da década de 50 que mantém um relacionamento lésbico. Casada há 18 anos com Andrew Upton, a atriz, porém, frisou que não gosta de "rótulos". No filme, que irá estrear em 2016, a sua personagem trai o marido com uma mulher. Blanchett destacou na entrevista que não existe um fator consciente neste tipo de situações, mas sim de instinto. Na mesma entrevista, Blanchett garantiu que nunca irá abrir conta em redes sociais e criticou o fato de, nos dias de hoje, as pessoas se interessarem demasiado pelas vidas dos outros.


Miley Cyrus
Cantora americana (23 anos)


Em entrevista à Associated Press, no dia 7 de maio, Miley Cyrus falou pela primeira vez sobre sua então bissexualidade. A popstar tocou no assunto enquanto divulgava sua nova fundação, a Happy Hippies, que dá apoio a jovens da comunidade LBGT. Sobre seus relacionamentos, disse que “nem todos foram heterossexuais”. Ela destacou que se sente privilegiada por poder se assumir. “Estou em uma posição, que sinto como se eu tivesse muito poder. Mas muitos jovens não se sentem assim e vivem sob a pressão dos pais”, comentou. Miley também disse que não concorda com os rótulos sobre questões de identidade de gênero. “Eu nunca quis ser um garoto. Eu na verdade não queria ser nada disso. Não relaciono o que as pessoas dizem definindo se elas são um menino ou uma menina e foi isso que compreendi com o tempo: eu não odiava ser uma garota, mas odiava o rótulo que me davam por isso”, explicou. Meses depois, ela afirmou ter uma sexualidade ainda mais ampla, dizendo não ser nem hétero nem gay nem bissexual. "Eu sou muito aberta com a questão de gêneros - eu sou pansexual", afirmou em entrevista à revista britânica Elle Uk.


Luiz Fernando Guimarães 
Ator e comediante brasileiro (66 anos)


Em entrevista ao jornal carioca 'Extra', publicada no dia 18 de maio, Luiz Fernando Guimarães falou pela primeira vez sobre sua homossexualidade. O ator revelou que é casado com Adriano Medeiros, um empresário dono de uma rede de hotéis. Perguntado porque até então nunca tinha dado uma entrevista sobre o assunto, o ator disse que acredita que todos os amigos, artistas e até os telespectadores já tinham informações sobre isso e que não quer virar um líder de um determinado movimento. Ele falou também que mora com o companheiro há muito tempo e que eles frequentam diversos eventos juntos. "Acho muito chato ter que ficar falando disso porque não é esse meu foco, não quero levantar bandeira gay e ficar taxado por isso", argumentou o artista. 


Cauby Peixoto
Cantor brasileiro (84 anos) 


Pela primeira vez, o cantor Cauby Peixoto confirmou publicamente que já se envolveu com outros homens. A afirmação veio durante uma entrevista para o filme “Cauby: Começaria tudo outra vez”, que estreou no dia 28 de maio, contanto a trajetória do artista. Cauby diz que logo cedo, quando garoto, descobriu que o amor entre dois homens era perfeito, assim como o amor entre um homem e uma mulher. O cantor chega a sorrir quando se lembra da adolescência. "Eu era um garoto quando ia para os morros transar com os veados. Eu também andava com eles. Transar (assim) era uma coisa natural". Sempre cuidadoso com sua intimidade nas entrevistas, ele falou sobre o assunto com leveza. Completou dizendo que, com o passar dos anos, começou "a andar direito". "Depois, eu comecei a ter namoradas."


Nick Gibb 
Ministro inglês (55 anos)


O ministro da educação da Grã-Bretanha decidiu assumir publicamente sua homossexualidade no dia 05 de junho, motivado pela legalização do casamento homoafetivo no país. Nick Gibb já mantinha um relacionamento com outro homem em segredo desde o início dos anos oitenta. Com o apoio do irmão, revelou seu segredo primeiro para a família e amigos. Após a aprovação da lei do casamento, resolveu partilhar com a imprensa que iria se casar com o seu parceiro, agora menos incógnito, Michael Simmonds. “Nós nunca fomos a favor das simples parcerias civis, sempre sentimos que os homossexuais deveriam ter os mesmos direitos que os outros casais, e por isso decidimos esperar”, explicou. 


Ingrid Nilsen
Youtuber americana (26 anos)


Conhecida como "missglamorazzi", a youtuber americana Ingrid Nilsen, anunciou que era lésbica em um vídeo publicado no dia 09 de junho. Com mais de 3,3 milhões de seguidores em seu canal, ela costuma dar dicas de maquiagem e penteados na internet. Mas preferiu falar de sua vida pessoal naquele dia em particular. "Existe algo que eu queria que vocês soubessem... e isso é, sou gay (...) Isso não é algo que eu escolhi, é algo que é parte de mim", comentou. No depoimento, ela também disse que sua homossexualidade era "algo que ela sempre soube desde as memórias mais antigas" e chorou ao citar seu mais recente namorado, ou o "último homem", nas palavras dela. Além do canal no YouTube, Ingrid também era jurada do programa "Project Runway: Threads", do canal da TV americana Lifetime, um reality show dedicado a jovens estilistas.


Sean Conroy 
Jogador de beisebol americano (23 anos)


O jogador de beisebol Sean Conroy, do Sonoma Stompers, da Califórnia (EUA), revelou ser homossexual em entrevista para a revista Attitude, publicada no dia 25 de junho. Com o anúncio, o arremessador se tornou o primeiro jogador profissional de beisebol abertamente gay. O nova-iorquino de 23 anos já era assumido para a família desde os 16 anos e nunca considerou esconder sua sexualidade de ninguém. "Não que eu quisesse fazer disso algo público, mas já não me importo que seja também. É quem eu sou. (..) Meus colegas sempre são questionados sobre suas namoradas ou sobre com quem vão sair sexta-feira a noite. Em vez de fugir dessas perguntas, prefiro contar a verdade, mostrar quem eu sou e ter conversas verdadeiras, ao invés de mentirosas", concluiu.


Kristen Stewart
Atriz americana (25 anos) 


Estrela da saga ‘Crepúsculo’, a atriz Kristen Stewart teve sua bissexualidade confirmada pela própria mãe, que deu uma entrevista ao “The Mirror” falando sobre a relação da filha com a assistente pessoal Alicia Gargile.. “Conheci a nova namorada da Kristen e gostei. Ela é uma garota adorável (...) Sinto que as pessoas precisam ser livres para amar quem quiserem. Eu aceito que minha filha ama homens e mulheres. Todos nós escolhemos nossos amigos então nós deveríamos ser livres para escolher nossos amores”, completou. Já a atriz, na edição de setembro da revista "Nylon", contou que não gosta de rotular suas relações, embora não tenha negado o relacionamento lésbico. "Se você sente que realmente quer definir a si mesmo, então, faça. Mas sou uma atriz. Vivo nessa ambiguidade e adoro isso. Não sinto que seria verdadeiro da minha parte dizer: 'estou saindo do armário!'” 


Regina Duarte 
Atriz brasileira (68 anos)


Em entrevista ao jornal Extra, publicada em 4 de julho, a atriz Regina Duarte comentou pela primeira vez sobre sua sexualidade. “Sou potencialmente bissexual. No meu caso, a tendência hétero é muito mais forte. Mas não nego a possibilidade de ter um deslumbramento homossexual. Sei lá! Posso ser tocada pela varinha (risos). Agora está cada vez mais difícil! Na minha idade, as doses de libido ficam menos fortes”, disse ao jornal. Ainda durante conversa, ela disse que enfrentar etapas de resistência é inevitável. “As pessoas querem beijar na boca e ter o direito de mostrar que estão amando pessoas do mesmo sexo. E é isso que está irritando quem critica. A questão é que isso existe e existiu a vida inteira, desde os gregos da antiguidade. A homossexualidade faz parte da composição do indivíduo. O ser humano é bissexual! Ele pode ser mais hétero ou mais homo, mas, no fundo, ele é bi, basicamente. É da natureza! Quando tem que acontecer, cara... Sai da frente! Que se dane! Não tem preconceito e barreira que impeçam o amor”, defendeu.


Ramona Bachmann
Jogadora de futebol suíça (24 anos)


Uma das maiores estrelas da equipe feminina de futebol da Suíça, Ramona Bachmann se declarou lésbica em meados de julho. A informação foi dada por ela ao jornal suíço Sonntagsblick em um momento de auge. Ela participava da Copa do Mundo feminina, no Canadá, e foi autora de três dos dez gols da goleada da Suíça contra o Equador. Ramona também revelou que está em um relacionamento com a estudante Camille Lara, de 21 anos, que mora na Suécia. A prefeita da badalada cidade suíça de Zurique, Corin Maunch, que é lésbica também, felicitou a saída do armário da atleta dizendo que é uma evidência de que há maior aceitação aos gays e lésbicas que querem viver fora do armário.


Cara Delevingne
Modelo inglesa (21 anos)


Capa da revista Vogue americana em julho, Cara Delevingne também abriu o jogo sobre sua vida pessoal nas páginas da revista. Depois de muita especulação da mídia americana, a modelo admitiu que está namorando a cantora St. Vincent. "Eu acho que estar apaixonada pela minha namorada é um dos grandes motivos de eu estar tão feliz comigo mesma nos últimos tempos (...) Demorei muito tempo para aceitar isso, mas quando eu passeia a amá-la, não havia mais como negar (...) Essas palavras saírem da minha boca é realmente um milagre", disse durante a entrevista. Cara não falou sobre sua atração com os homens, mas revelou que essa foi a primeira vez que se apaixonou por uma mulher. "Mas eu só tenho sonhos eróticos com homens. Eu tive um sonho esses dias em que eu transava com um cara no banco de trás de uma van", acrescentou a top.


Natália Casassola
Modelo brasileira e ex-BBB (30 anos)


Natália Casassola confirmou sua bissexualidade durante uma entrevista e ensaio de capa para a revista Colírio Girl de julho. Cheia de declarações picantes, a modelo disse que estava se atraindo mais por meninas que por meninos. A declaração da musa começou com a lembrança de que já ficou com outra ex-participante do Big Brother, Fani Pacheco. "Eu já fiquei com a Fani, já fiquei com a Angelis e com outras pessoas que não sou obrigada a falar aqui, não! [risos] Mas, sim, eu sou bissexual. Total! Total Flex, vou no álcool e na gasolina", disse. “Não tenho preconceito, não. Se eu quero, vou lá e faço. As mulheres estão tendo mais atitude que os homens, inclusive na hora da paquera. Então hoje eu estou me encantando mais pelas princesas do que pelos príncipes!”, completou a musa.


Janae Marie Kroc
Fisioculturista americana (42 anos)


Foi ainda com o nome masculino de Matt "Kroc" Kroczaleski que, em 27 de julho, a fisioculturista (hoje Janae Marie) assumiu sua transexualidade por meio do Facebook. “Decidi esperar até que meus filhos completassem o ensino médio. Há muitos anos eu falava abertamente sobre o assunto com a minha família e amigos mais próximos, mas pensava que para muitos de vocês a revelação seria um choque. Já vinha sendo o motivo de fofocas, rumores. Para acabar com isso: sim, eu sou transgênero”, escreveu. Janae já venceu um campeonato mundial masculino de levantamento de peso, gerou três filhos e se reprimiu por muitos anos. “Teve uma época que considerei me suicidar. Eu nunca procurei respostas para isso e lutei contra a situação por muito tempo. Hoje finalmente estou confortável e orgulhosa de quem eu sou, embora muita gente não entenda”. Apesar de se sentir uma mulher, ela revelou, porém, que é lésbica, pois continua se atraindo por mulheres também. 


Keegan Hirst 
O jogador de rugby inglês (27 anos)


Capitão do Bulldogs Batley, Keegan Hirst declarou publicamente ser gay em 15 de agosto, durante entrevista ao tabloide britânico Sunday Mirror. O atleta afirmou que decidiu revelar a homossexualidade após quatro anos de casamento com uma mulher, e vários pensamentos suicidas. Para o jogador, revelar-se gay foi uma questão de sobrevivência. Disse que a conversa com a ex-mulher foi marcada por muitas lágrimas, mas que a culpa não era dela. Eles tiveram dois filhos, um de sete e outro de dois anos. Após revelar-se gay, Keegan recebeu várias mensagens de apoio: “Tem sido uma experiência positiva. Muitas gentes de vários sites me mostram apoio e dizem que estão orgulhosos de mim. Me sinto confortável em minha própria pele pela primeira vez na história”, confessou.


Lily Rose Depp
Modelo e atriz franco-americana (16 anos)


Filha do ator Johnny Depp, Lily se assumiu LGBT em 23 de agosto de uma forma bastante discreta n. A atriz foi marcada em uma foto no Instagram pela artista iO Tillett Wright, que fotografa jovens que se encaixam em algum lugar no espectro LGBT. No texto, a fotograma dizia "Estou tão orgulhosa da minha menina @lilyrose_depp". E explicou: "Ela decidiu que queria fazer parte do projeto Self Evident porque se encaixa no vasto espectro, e eu não poderia estar mais feliz por recebê-la na família." Ainda que não estivesse claro se Lily se identifica como lésbica, bissexual ou transexual, o fato de participar publicamente do projeto de Wright já mandava uma mensagem para os milhares de fãs da modelo de que ela não se considera heterossexual. Posteriormente, ela passou a ser anunciada como bissexual em outras entrevistas. 


Colton Rudloff
Cantor americano (26 anos) 


Foi durante um desabafo em seu twitter, no dia 04 de setembro, que o cantor da boyband Midnight Red revelou sua homossexualidade. O jovem admitiu que o fato de nunca ter falado sobre sua orientação sexual abertamente apenas prejudicou a sua felicidade. “Essa informação deveria ter sido passada quando o Midnight Red foi lançado. Nervosos, começando do nada e a pressão da gravadora sobre o destino do grupo tem segurado uma questão sobre sexualidade. Eu sou gay. Eu não acho que isso seja uma surpresa pra qualquer um que segue minhas atividades nas redes sociais. Hoje em dia as pessoas são conscientes e eu sou aberto sobre isso! Não deveria ser diferente com as nossas fãs. Nada foi perdido nesse tempo, exceto a minha própria felicidade. Nenhuma gravadora ou patrocinadores para assustar. Eu não estaria interessado em trabalhar com ninguém que me assustasse. Isso é tudo. Obrigado pelo apoio contínuo e amizade. Eu admiro vocês sempre.”, escreveu.


Andrew Garfield
Ator americano (32 anos)


Em uma entrevista ao Mic, no início de setembro, Andrew Garfield confirmou ser bissexual. Após ser desligar da franquia ‘O Espetacular-Homem-Aranha‘ e de terminar o namoro com a atriz Emma Stone, o astro revelou não ter preferência sexual. Além disso, Garfield chegou a fazer campanha para um Homem-Aranha pansexual, que tivesse uma atração independentemente da identidade de gênero. “Não vejo a hora em que não teremos que ter esse tipo de conversa, que poderemos ter um Homem-Aranha pansexual. Porque nós temos tanto medo? Por que tem que ser uma relação entre homem e mulher? Por que sequer temos que ter esse tipo conversa? Nós tememos coisas que não estamos acostumados. Amor é amor, pele é pele, carne é carne. Eu mesmo não tenho uma preferência sexual”, afirmou.


Israel Gutierrez
Repórter americano (38 anos)


Repórter da ESPN nos EUA, Israel Gutierrez declarou-se gay por meio do seu blog, no dia 04 de setembro, e também anunciou seu noivado com David Kitchen. “Eu tenho estado angustiado nos últimos meses tentando descobrir como fazer isso. (...) Então, eu decidi por este simples blog. Sem formalidades, sem restrições, só deixá-los saber de uma parte da minha vida que tenho mantido separada da minha carreira profissional. (...) Eu sou gay, o que muitas pessoas, tenho certeza, deduziram ou apenas adivinharam ao longo dos anos.”, escreveu. “Mas essa não é uma saída do armário. A verdade é que eu estou fora do armário para os amigos e para a família há mais de seis anos. (...) A razão de estar abordando isso agora é, principalmente, porque eu vou me casar em 12 de setembro e além do fato de que seria chato contar a minha história cada vez que alguém visse o meu anel de casamento, parece ser um momento natural para abrir sobre isso.”


Krzysztof Charamsa 
Padre polonês (43 anos)


No dia 03 de outubro, véspera do Sínodo Católico da Família, o monsenhor polonês Krzysztof Charamsa, 43 anos, revelou ser homossexual em uma entrevista publicada pelo jornal italiano Corriere della Sera. Mais que isso, apresentou seu namorado, Eduardo. "Quero que a Igreja e a minha comunidade saibam o que sou: um sacerdote homossexual, feliz e orgulhoso da própria identidade. Tenho um companheiro. Estou pronto a pagar as consequências, mas é o momento para que a igreja abra os olhos para os gays crentes e entenda que a solução que eles propõem, a abstinência total do amor na vida, é desumana", declarou o religioso. Apesar da intenção, a igreja reagiu negativamente a sua postura, afastando o teólogo de todas as suas funções no Vaticano. 


Tom Bosworth
Atleta britânico (25 anos)


Considerado o número 1 da marcha atlética britânca, Tom Bosworth declarou-se gay no dia 12 de outubro, durante entrevista para a emissora BBC. “Eu acho que é uma grande decisão falar sobre isso, mas eu não vou mudar a minha vida e já me sinto confortável em falar sobre o assunto. Hoje isso é uma noticia, mas, daqui a alguns anos, quem sabe não seja”, disse o atleta. Bosworth contou que está em um relacionamento homossexual há cinco anos. O atleta é especialista na prova dos 20km e é apontado como candidato a uma das medalhas nas Olimpíadas do Rio em 2016.


Gus Kenworthy
Atleta norte-americano de esqui (24 anos)


Medalhista de prata na prova de esqui livre dos Jogos Olímpicos de Sochi'2014, Gus Kenworthy se tornou o primeiro alteta de desportos radicais da história a assumir a homossexualidade após entrevista divulgada em 22 de outubro pela agência Associated Press e à revista da ESPN. "Eu sou gay" e "este é o primeiro dia do resto da minha vida" foram algumas das frases escritas pelo esquiador minutos antes de serem publicadas as primeiras entrevistas sobre o assunto. O jovem ficou famoso nos Jogos Olímpicos não apenas pela medalha conquistada, mas por ter adotado, na época dos jogos, uma dezena de cães abandonados, salvando-os da anunciada morte decretada pelo governo russo. 


James Dawson 
Escritor norte-americano


O escritor norte-americano James Dawson revelou em outubro que não era homossexual, mas sim transexual. Ele falou sobre sua transição de gênero ao site BuzzFeed, mas que ainda preferia ser chamado no masculino enquanto o visual não se transformasse por completo. Autor de livros como “This Book Is Gay” e “Hollow Pike”, Dawson disse que se sentia diferente desde criança e que chegou a orar para Deus para acordar menina. Ainda que já pensasse ser transgênero, Dawson conta que, por ter atração por homens, se rotulava como gay. Revelou que já começaria o tratamento hormonal em 2015. “Eu espero que em um ano eu seja considerada uma mulher e possa sair como uma mulher e namorar homens héteros. Quero ser capaz de andar no sol como uma mulher”, afirma.


Michael Angelakos
Cantor americano (28 anos)


Michael Angelakos, vocalista da banda indie Passion Pit, surpreendeu seus seguidores no dia 09/11 com a revelação de que é gay. A saída pública do armário aconteceu durante uma longa e sincera conversa do músico com Bret Easton Ellis, escritor, roteirista e que apresenta um podcast com seu nome. "Eu havia contado para poucas pessoas do meu círculo pois não sabia como falar sobre isso, sabe? (...) Agora eu apenas decidi que seria melhor falar. Não sei o que aconteceu, mas é uma daquelas sensações que vem de dentro. Pensei: 'Ok. Eu preciso falar com as pessoas sobre o fato de que sou. Sou gay. E é isso", afirmou. Michael também comentou como foi o processo de se assumir para sua ex-esposa, a estilista Kirsty Mucci. "Eu só queria muito ser hétero, pois eu a amo muito. Acho que isso foi a coisa mais dolorosa quando decidimos nos separar”, completou. 


Yusaf Mack
Ex-boxeador americano (35 anos)


Pai de dez filhos, Yusaf acabou tendo que confirmar sua real sexualidade após uma sequencia quase desastrosa de declarações em novembro. O lutador foi identificado num vídeo pornô gay chamado “Dog Pound” e, para se justificar, disse que havia sido drogado e induzido pelos produtores. Logo depois, disse que o seu casamento havia acabado com a publicação do vídeo e que preferiu mentir sobre o uso das drogas para tentar contornar a situação. Num comunicado oficial, o ex-atleta pediu desculpas e disse ser realmente bissexual. ”A minha vida ficou completamente destruída (…) Fui tirado do armário com a participação no filme (...) Encobri a minha orientação e a vida dupla que ia levando, mentindo. Após refletir, só quero agora que minha vida siga em frente e peço desculpa aos meus entes queridos que magoei, escondendo esta parte da minha vida”, concluiu. 


Reid Ewing 
Ator americano (27 anos)


Conhecido pela série Modern Family, Reid Edwin acabou confirmando sua homossexualidade ao responde um seguidor no Twitter no dia 23 de novembro. Tudo começou com um tweet publicado pelo ator, comentando um programa de TV. "Vi o Eugene Bata no Good Morning America numa discussão sobre dismorfia corporal, no seguimento do meu caso, e só queria dizer que ele é muito gato". Após isso, um seguidor do ator comentou o tweet de forma irónica: "Decidiu sair do armário?". Reid Ewing limitou-se a responder: "Nunca lá estive". Numa postagem em sequência, Reid foi mais direto. "Escrevo um artigo sobre procedimentos cirúrgicos, mas as pessoas preocupam-se mais com o fato de ser gay", concluiu.


Holland Taylor 
Atriz americana (72 anos) 


Conhecida por viver a desbocada, bissexual e politicamente incorreta Evelyn Harper da série Two and a Half Men, a atriz Holland Taylor, de 72 anos, surpreendeu ao conceder uma entrevista à rádio WNYC, no dia 02 de dezembro, e revelar que tem se relacionado com mulheres nos últimos tempos. Taylor assegurou que não está 'saindo do armário', porque ela nunca esteve dentro, e comentou que nunca falou sobre isso antes, pois não considerava que era algo que fosse relevante para a sua carreira televisiva, mas decidiu finalmente tocar no assunto 'depois de se apaixonar e encontrar sua alma gêmea'.. "É a coisa mais maravilhosa e extraordinária que jamais aconteceu na minha vida", disse ela sobre a nova paixão. De acordo com o site Autostraddle, a namorada de Holland seria a atriz Sarah Paulson, de 40 anos, famosa por estrelar o seriado American Horror Story. 


Eliot Sumner
Cantora ítalo-americana (25 anos)


Filha do cantor Sting, Eliot Sumner revelou ser lésbica numa entrevista para a revista ES, em dezembro. A cantora que mora em Londres também confirmou o namoro de dois anos ao lado da modelo Lucie Von Alten, um dos novos rostos da moda europeia. Revelou que nunca precisou falar para sua família sobre ser homossexual, uma vez que sempre foi um assunto lidado com naturalidade por todos. “Acho que sempre tentei descobrir o que eu sou, mas não acho que ninguém precisa ser rotulado. Somos todos seres humanos. Não posso controlar a forma como canto. Acho que sempre estarei à sombra do meu pai, mas tudo bem. Todo mundo tem um desafio e estou orgulhosa da música que estou fazendo”, disse.


Claudio Ramos
Apresentador de TV português (42 anos)


No dia 04 de dezembro, o apresentador da SIC foi o entrevistado do programa Alta Definição, da mesma emissora portuguesa, e revelou muitos aspectos da sua vida, incluindo sua homossexualidade. Foi quando lembrou o dia em que a filha, Leonor, aos nove anos de idade (isso há dois anos atrás) perguntou se ele era gay. "Eu tinha quarenta anos e ela agarrou na minha mão dizendo ‘eu sei’”. É como se abrisse o chão e ficas com tanta vergonha de não teres sido tu a dizeres, ter sido uma miúda de nove anos", explicou. Cláudio Ramos também revelou na entrevista que está apaixonado, mas que um relacionamento não depende apenas de uma pessoa só. "Tu não podes insistir numa pessoa que desiste de ti! Acho que amei demais, muito tempo", completou. 


...................................................

Essa foi a nossa lista de 2015! Caso tenhamos esquecido alguém, falem nos comentários que incluímos. Sempre é tempo! 


12/12/15

Mãe só percebeu que filho era uma menina trans ao flagrá-la tentando mudar seu corpo com uma tesoura



Visto no Paraíba

Kerry McFadyen, de 32 anos, deparou-se com a cena no banheiro de sua casa, quando seu filho Daniel, de três anos de idade, disse que queria cortar seu pênis para que ele pudesse ser uma menina.

A mãe disse que ficou chocada com o incidente, mas que não podia ver seu filho infeliz. "Ele estava no banho e de alguma forma conseguiu encontrar um par de tesouras. Quando me virei, ele estava segurando-as acima de seus órgãos”, disse.


“ Então, calmamente, eu peguei a tesoura e dei um grande abraço. Foi muito perturbador vê-lo assim, nenhuma mãe deveria ver seu filho tão chateado em sua própria pele”, disse a mãe

"Eu tentei ser calma e perguntei o que ele estava fazendo, e ele me disse que estava prestes a cortar seu pênis para que ele pudesse ser uma menina”, diz Kerry.

Ela explicou à criança que ela se machucaria e iria sangrar muito. “Então, calmamente, eu peguei a tesoura e dei um grande abraço. Foi muito perturbador vê-lo assim, nenhuma mãe deveria ver seu filho tão chateado em sua própria pele”, completa a mãe.

Kerry e o marido Chaig, de 34 anos, encaminharam Daniel a especialistas, que o diagnosticaram com disforia de gênero, que acontece quando uma criança ou adulto está angustiado ou desconfortável, porque o sexo biológico não coincide com sua identidade de gênero.


A mãe de Danni criou a página no Facebook My Transgender Child para incentivar os pais a compartilhar suas experiências.

A mãe se diz aliviada e apoiará Daniel a viver como uma menina, desde que saiba que poderá mudar de ideia quando quiser. Desta forma, Daniel passou a ser chamado e reconhecido como Danni.

Acredita-se que seja o caso de criança mais nova a querer mudar de sexo no Reino Unido.

Ela acrescentou: "Nós estávamos preocupados que ele seria intimidado na escola. Mas, no final, concordou em deixar Daniel ser quem ele queria ser. Os nossos receios não eram o suficiente para impedi-lo de ser uma menina, se é isso que ele queria.”

Agora, Kerry quer ajudar outros pais que podem enfrentar uma situação semelhante à história de Danni. Ela criou a página no Facebook “My Transgender Child” para incentivar os pais a compartilhar suas experiências.

Ela diz que antes estava “perdida e indefesa” quando a questão foi levantada, mas que com o apoio certo qualquer família pode passar por isso e ajudar o seu filho.

Trilha/Clipe Especial: "Auf uns" com Andreas Bourani

Mãe altera tatuagem para homenagear filho transgênero

Reprodução/Metro News
Visto no Catraca Livre

Mãe altera tatuagem para homenagear filho transgênero

Ace Pease, de 15 anos, foi designado menina ao nascer e, no ano passado, assumiu-se como transgênero em uma carta enviada aos seus pais. A mãe, Lindsay Peace, tem tatuagens de todos os filhos e Ace estava representado como uma menina.

Eis que a solução partiu do pai de Ace, Steve Peace, que é tatuador. Ele propôs atualizar o antigo desenho e transformá-lo na identidade de gênero que cabe ao filho. Deu certo! Os traços de uma garota com vestido rosa deram lugar a um menino de camiseta e estilingue.



De acordo com Metro News, Ace teve todo o apoio dos pais e irmãos, Hamish e Elliot, nessa nova fase. “Eu achava que ele era feliz antes, mas não. Ele é feliz agora. Isso é uma loucura. Ele sorri o tempo todo”, disse Steve em entrevista ao jornal. A família é de Calgary, no Canadá.

Leia a história completa aqui, em inglês.

Portuguesa sofre ataque homofóbico em Londres


Visto no site JN

Helena Martins, de 43 anos, foi atacada numa rua de Londres, Inglaterra, por um homem que a tentou estrangular. A portuguesa diz que se tratou de um ataque homofóbico.
Segundo relatou ao Standard, Helena Martins foi atacada numa rua próxima de casa, em Tooting, onde vive com a sua companheira há três anos, na noite de quinta-feira.

O homem deu-lhe um murro num olho e tentou sufocá-la com a gravata que trazia vestida. Nesse momento, o implante auditivo que usa diariamente caiu ao chão. Helena, que tem prática de taekondo, uma arte marcial, tentou defender-se e o agressor arranhou-a na cara e deu-lhe mais murros no rosto. Helena acabou por conseguir pontapeá-lo e o homem fugiu.

 

"Estou muito abalada. Não tenho dúvidas de que fui um alvo por ser uma mulher a usar uma gravata. Ele estava muito fixado na gravata. Não exagero, mas tenho um estilo masculino" - disse Helena ao Standard.

A portuguesa sofre da Doença de Ménière, o que a torna dependente de um aparelho auditivo e lhe causa problemas de equilíbrio ao andar. "Não ando de forma direita. É possível que pareça que estou embriagada quando não estou, pelo que posso tornar-me um alvo fácil", explicou.

No final do ataque, Helena fugiu para dentro de casa.

A viver em Londres há 12 anos, Helena Martins considera que a cidade "é muito diferente agora do que quando cheguei, em 1998. É mais intolerante em relação às pessoas que são diferentes. Mesmo assim adoro Londres e o povo britânico", contou.

11/12/15

Valentina Sampaio: mais uma bela modelo trans brasileira


VALENTINA SAMPAIO ©NICOLAS GODON/REPRODUÇÃO

Visto no FFW

Nascida em Fortaleza mas criada na praia de nome Prainha, no município de Aquiraz, Ceará, Valentina Sampaio, 19, é a mais nova modelo brasileira transgênero. Filha de um pescador com uma professora, Valentina é a segunda mais velha em uma família de seis filhos e vem lutando pelo seu espaço na moda. Conheça mais sobre ela neste bate-papo exclusivo.

Como você foi descoberta como modelo?

Assim que entrei na faculdade de moda, fui acompanhar uma colega em um casting de um evento local, o Maraponga Moda, e aí me convidaram para desfilar também. Desde lá tive contato com alguns profissionais de moda, entre eles Assis Brito, maquiador, que tem sido meu apoio até aqui. Também fiz o Dragão Fashion em Fortaleza, onde tive meus primeiros contatos com agências de São Paulo. Fiz catálogos de moda locais e de Brasília e muito portfólio com fotógrafos, inclusive gringos. Foi ai que surgiu uma reportagem na revista “Glamour”.

O que você já passou para chegar até aqui? Encontrou muitos obstáculos pela frente?

Em recente entrevista eu disse que não sofria preconceito e isso realmente era um mito para mim. Sempre passei “despercebida” nesse assunto mas tudo mudou depois da visibilidade que a reportagem trouxe. Eu pude ver um pouco do mundo real para tantos por aí, vi o quanto as pessoas podem ser más. Demorei alguns dias para notar que não devo baixar a cabeça e isso só me impulsionou, tanto é que estamos aqui nessa nova entrevista.
VALENTINA SAMPAIO ©NICOLAS GODON/REPRODUÇÃO

Exemplos como Andreja Pejik e Lea T mostram que há espaço sim para o “novo”. O que você tem a dizer sobre isto?


Andreja cumpriu seu papel na androgenia e, em entrevista, disse que agora se sentia à vontade para realizar seu sonho de ser mulher, e realizou. Hoje ela já fez sua cirurgia e parece estar feliz e não pretende parar a carreira. A Lea foi o nome brasileiro que trouxe holofotes para o assunto aqui no nosso país e merece sim seus créditos. Não me sinto igual a ninguém, minha história ainda é um livro em branco mas, como você disse, espaço há e eu pretendo ocupá-lo.

Você acha que é o momento das modelos transgêneros na moda?

Olha, não foco minha carreira em transgenerismo até porque acredito que uma modelo pode ser o que ela quiser, é uma das carreiras mais livres que conheço, acho que a moda é um instrumento que derruba barreiras e pretendo levar informação onde a moda me levar. Modelos transgêneros já existem várias e isso mostra que o caminho foi aberto, agora é conscientizar cada vez mais as pessoas para que tenhamos um mundo mais justo e melhor. Caitlyn nos mostrou recentemente que não existe idade para ser o que se é por dentro, as barreiras somos nós quem colocamos e cabe a nós retirá-las.

VALENTINA SAMPAIO ©NICOLAS GODON/REPRODUÇÃO

Quem é Valentina Sampaio hoje e o que gostaria de ser no futuro?

Eu me considero ainda adolescente e procuro manter a calma, mas sei dos meus sonhos e vou conquistá-los um a um. Me sentirei realizada quando desfilar pela primeira vez para Victoria’s Secret ao lado de Candice e Laís.

Além da Victoria’s Secret, há alguma modelo ou marca que você gostaria de trabalhar um dia?

Não é segredo a minha devoção por Gisele e admiro muito o trabalho de Walério Araújo. Entre tantos nomes eles brilham em minha mente.


VALENTINA SAMPAIO ©REPRODUÇÃO

Quais você acredita que sejam suas qualidades que te levariam para o estrelato?

Acho que eu tenho a chama. Modelos existem muitas e muitos. O que quero é um trabalho sólido de desenvolvimento de carreira pois não pretendo ser apenas um sucesso momentâneo. Eu vim pra ficar!

Homem abandona a família, assume ser transgênero e adota visual de menina de seis anos

Wolschtt - Reprodução/ The Telegraph

Visto no R7

Stefonknee Wolschtt deixou para trás uma mulher e sete filhos

Um pai do Canadá resolveu abandonar sua família para começar uma vida nova como uma menina de seis anos de idade. Stefonknee Wolschtt, de 46 anos, deixou para trás uma mulher, com quem foi casado por 23 anos, e sete filhos.

Em um vídeo publicado pelo portal Daily Xtra e repercutido pelo The Independent, Wolschtt afirma que está vivendo com uma família adotiva e diz não querer "ser um adulto agora".

"Eu não posso negar que era casado. Não posso negar que tenho filhos. Mas eu mudei e voltei a ser criança", diz.


Wolschtt também disse que sua mulher não aceitava sua condição de trangênero, e havia dito para ela "deixar de ser trans ou ir embora". No entanto, para Wolschtt, deixar de ser trans "não é algo que ela poderia fazer".

Agora vivendo como uma menina de seis anos de idade, Wolschtt disse se sentir "totalmente confortável" com sua família adotiva. "Nos divertimos muito. Nós colorimos e fazemos coisas de criança", diz. 

(Com informações do The Independent)

Marcador Em Destaques